Os castelos são tipos de moradias que povoam o imaginário de muitas pessoas. Eles são os lugares onde príncipes e princesas viveram as mais lindas histórias de amor de contos infantis e até mesmo em tempos atuais, onde as realezas da vida real como a rainha Elizabeth II, da Inglaterra, ainda usam para tirar os seus dias de férias.

Embora vivamos na era das casas contemporâneas, marcadas pelas decorações modernas e cheias de criatividade, ainda podem encontrar lindos castelos espalhados pelo mundo como marcas de uma história, como verdadeiros patrimônios culturais da humanidade e merecidos de arrancar a admiração das pessoas por toda a suntuosidade que representam.

O requinte é a palavra que mais caracteriza um castelo. Desde a sua arquitetura até a forma como foram decoradas, mostra que o objetivo de quem ali viveu era estar imerso nos luxos da vida. Vamos mostrar, através deste texto, que se um castelo por fora causa espanto e admiração pelo gigantismo da obra, por dentro eles são o que se pode chamar de verdadeiras obras primas por tantos detalhes que mostram glamour e riqueza. As fotos apresentadas são todas de castelos medievais, época em que o governo era regido pela realeza

.O castelo de Chantilly, localizado na cidade Oisi que fica ao norte da França, está entre os mais requintados do mundo devido a sua construção imponente e construído em 1570 para o filho do rei francês Luís Felipe. Por ser um castelo, na moradia há muitos compartimentos cheios de cristais, obra de arte, livros raríssimos, madeira também raras, além de uma combinação de itens decorativos que mostram todo o conforto e beleza de cada espaço.

O castelo de Hohensalzburg, na Áustria, também está entre os mais belos do mundo. No seu interior, o lugar é caracterizado por uma decoração extremamente clássica e de um bom gosto muito apurado. Obras de arte e objetos de grande raridade estão por todos os compartimentos do ambiente, mostrando a razão dele ser um dos mais bonitos e encantadores do mundo.

O castelo de Frederiksborg, na Dinamarca, tem uma característica peculiar: ele mistura toda a imponência de um castelo com a singeleza. Pode parecer complicado unir estas duas características em uma obra, mas, isto foi alçado em Frederiksborg. Por dentro, este castelo também mostra a busca do belo e o sublime em sua decoração, sendo de fato digo de residir a realeza dinamarquesa em suas várias gerações.

As imagens mostram que não havia economia com os gastos de obras que até hoje estão sendo objetos de admiração, principalmente para os amantes de uma decoração de bom gosto e repleta de requinte para reis e rainhas, príncipes e princesas.